O primeiro foi de uma frieza brutal, ao nível dos grandes avançados de classe mundial: Cristiano roubou o esférico numa troca de bola entre os jogadores do Cagliari junto à grande área, aguentou o remate, contornou o guarda-redes e inaugurou o marcador.

O segundo, foi de grande penalidade. Aos 67 minutos, Dybala foi derrubado dentro da área e da linha dos onze metros, Ronaldo atirou com força ao canto inferior direito da baliza de Olsen e bisou na partida.

O terceiro aconteceu já depois de ter assistido Gonzalo Higuain para o 3-0, foi aos 82 minutos que CR7 recebeu a bola de Douglas Costa, descaído sobre o lado esquerdo da área, e diante do guarda-redes adversário não perdoou.

O capitão da seleção portuguesa entrou assim em 2020 com o pé direito. Este foi o segundo hat trick de Ronaldo pela Juventus, depois dos três golos marcados na temporada passada ao Atlético de Madrid em jogo dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões, e o primeiro de um português na liga italiana.

Mas Cristiano não se ficou por aqui. O novo ano começa com um recorde com o avançado a conseguir atingir pela primeira vez a marca dos cinco encontros consecutivos a marcar pela Juventus em jogos a contar para a Serie A.

Esta é a décima competição em que Ronaldo chega a um hat trick.

Na temporada 2019/20, o português soma 15 golos em 22 jogos, sendo que 13 deles foram marcados no campeonato italiano onde CR7 é o segundo melhor marcador atrás de Immobile da Lazio que esta época já leva 19 golos.

Com esta vitória a Juventus isola-se no primeiro lugar da Serie A e fica à espera do resultado entre Nápoles e Inter de Milão que jogam esta segunda-feira às 19h45.

Já o AC Milan, somou um nulo (0-0) na receção à Sampdoria, num encontro que marcou a estreia do sueco Zlatan Ibrahimovic, que está de regresso aos ‘rossoneri’. O avançado, de 38 anos, começou o jogo no banco de suplentes e foi lançado aos 55 minutos, um minuto antes de o português Rafael Leão também ser colocado em campo pelo técnico Stefano Pioli.

Com apenas 22 pontos em 18 rondas, o AC Milan ocupa um modesto 12.º lugar e está já a longínquos 12 pontos do quinto lugar, detido pela Atalanta, que, hoje, repetiu a ‘dose’ que tinha aplicado aos milaneses na última ronda e goleou por 5-0 o Parma, que contou de início com o internacional português Bruno Alves.

O argentino Alejandro Gómez, aos 11 minutos, o suíço Remo Freuler, aos 34, e o alemão Robin Gosens, aos 43, construíram uma vantagem confortável para o conjunto de Bérgamo no primeiro tempo, cabendo ao esloveno Josip Ilicic fechar o marcador, com um ‘bis’, aos 60 e 71.

Em Bolonha, a Fiorentina somou a oitava partida seguida sem vencer na ‘Serie A’, ao empatar 1-1, na estreia do treinador Giuseppe Iachini à frente dos ‘viola’. Marco Benassi adiantou a formação de Florença, aos 27 minutos, só que Riccardo Orsolini resgatou um ponto para o Bolonha, aos 90+4.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.