Frente a um adversário que o tinha afastado na Taça da Liga, no final de outubro, Nuno Espírito Santo viu a sua equipa chegar a uma margem confortável, antes de o Aston Villa reduzir pelo egípcio Trezeguet, já nos descontos, aos 90+2.

Antes, Ruben Neves tinha feito o 1-0, com um pontapé de fora, assistido num canto por João Moutinho, aos 41 minutos, e o ex-benfiquista Raul Jiménez anotou o segundo golo, aos 84, num lance desenhado num contra-ataque de Adama Traore.

Nos ‘Wolves’, adversários do Sporting de Braga no grupo K da Liga Europa, o técnico português contou com Rui Patrício, João Moutinho, Rúben Neves e Diogo Jota a titulares, enquanto Pedro Neto entrou aos 83 e Rúben Vinagre não saiu do banco.

O triunfo deixou a equipa no oitavo lugar, com os mesmos 16 pontos de Bournemouth (9.º) e Manchester United (7.º), que hoje venceu em Old Trafford o Brighton, por 3-1, num regresso também aos triunfos.

Os ‘red devils’ tinham perdido na anterior jornada na visita ao Bournemouth, e hoje, sem Diogo Dalot, lesionado, venceram com golo de Andreas Pereira (17 minutos), um autogolo de Propper (19) e um golo de Marcus Rashford (66), já depois de Dunk marcar para o Brighton (64).

A 12.ª jornada da ‘Premier League’ fecha hoje com o jogo grande entre o campeão europeu Liverpool e o campeão inglês Manchester City, em Anfield Road, a partir das 16:30.

Os ‘reds’ lideram o campeonato, com 31 pontos, seguidos de Leicester e Chelsea, ambos com 26 e mais um jogo, enquanto o City é quarto, com 25.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.