O pentacampeão do mundo em título acabou a prova com 36,1 segundos de vantagem sobre o estónio Ott Tanak (Toyota Yaris), conseguindo a 43.ª vitória da carreira, a segunda na ilha francesa, depois de ter triunfado em 2016, e a terceira em quatro ralis da temporada, depois de Monte Carlo e México.

Ogier liderou desde o primeiro dia e considerou que este foi “um bom fim de semana, com as boas notícias de o carro ter melhorado”.

O belga Thierry Neuville (Hyundai i20) fechou o pódio na Córsega e viu a distância para Ogier no Mundial aumentar, com 17 pontos a separar os dois pilotos antes da quinta prova do calendário, o Rali da Argentina, de 26 a 29 de abril.

A prova ficou ainda marcada pelo afastamento prematuro de Sebastien Loeb (Citroen C3), com um acidente no primeiro dia, regressando no sábado para vencer três das especiais, e pelo bom desempenho do finlandês Esapekka Lappi (Toyota Yaris), que venceu três troços cronometrados antes de levar a ‘power stage’, no domingo, e cinco pontos adicionais.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.