“Eusébio, Luís Figo, Cristiano Ronaldo, e eu próprio conseguimos grandes prémios, talvez Fernando Santos também venha a conseguir. O Benfica e o FC Porto conquistaram títulos europeus e Portugal venceu o Euro2016. Um pequeno país à beira do Atlântico, é incrível! O segredo pode estar na nossa paixão”, disse.

O português, que em 2010 foi eleito o melhor treinador do mundo pela FIFA, referiu que os três candidatos ao prémio de 2016, que será anunciado na próxima segunda-feira, merecem a distinção.

“Os três merecem, ganharam troféus muito importantes: Zidane a Liga dos Campeões, Fernando Santos o Euro e Claudio Ranieiri a Premier League. Os três são meus amigos (…) Ranieri fez um milagre, Fernando Sanos tornou um sonho realidade e Zidane venceu a Liga dos Campeões”, afirmou o técnico do Manchester United.

Mourinho, que já foi campeão em Portugal, Espanha, Itália e Inglaterra, falou também das características particulares do futebol britânico.

“O futebol inglês exige paixão, o país inteiro exige que os jogadores adorem o jogo e amem a sua profissão. Exige um profissionalismo extremo no planeamento do trabalho. As qualidades podem variar, mas o futebol inglês exige paixão”, afirmou.

O treinador português, que a 26 de janeiro completa 54 anos, mostrou-se favorável a um alargamento do Mundial, lembrando “às vozes críticas devem analisar as propostas e perceber que isso pode não significar mais jogos”.

“Prefiro grupos de três equipas, dois jogos. Ou passam essa fase, ou vão para casa (…). Provavelmente, as equipas com menos possibilidades e experiência jogam dois encontros e regressam a casa, mas terão melhorado e ganhado experiência competitiva, às quais se juntará a recompensa económica de ter participado numa fase final”, explicou José Mourinho.

Com oito títulos de campeão em quatro países diferentes (Portugal, Inglaterra, Itália e Espanha), Mourinho ostenta no currículo duas vitórias na Liga dos Campeões, uma com o FC Porto (2004) e outra com o Inter Milão (2010), e um triunfo na Taça UEFA, também com os 'dragões' (2003).

O Manchester United é o sétimo clube na carreira de Mourinho enquanto treinador principal, depois do Benfica, União de Leiria, FC Porto, Chelsea, Inter Milão e Real Madrid.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.