Em plena ‘guerra’ entre o presidente, assobiado por grande parte dos adeptos, e os jogadores, maioritariamente aplaudidos, os ‘leões’ lograram o triunfo, com tentos do holandês Bas Dost, aos 20 minutos, e do costa-riquenho Bryan Ruiz, aos 65.

Na tabela, o Sporting passou a contar 68 pontos, seguindo a seis do líder Benfica, cinco do FC Porto e com mais três do que o Sporting de Braga, enquanto o Paços de Ferreira, com o central Rui Correia na baliza a partir dos 82 minutos, por lesão de Mário Felgueiras, manteve-se no 14.º lugar, com 28, quatro acima da ‘linha de água’.

Na conferência de imprensa após o jogo, Bruno de Carvalho disse não ser admissível "o facto de [os adeptos o] adjetivarem". "A ingratidão é como música", afirmou.

"Peço que vão chamar nomes às pessoas da família deles", atirou o dirigente leonino, numa alusão à revolta de alguns adeptos presentes em Alvalade.

Sobre a mensagem publicada na rede social Facebook logo após o jogo com o Atlético de Madrid, no final da semana passada, o presidente do Sporting diz que é "um 'post' sem interesse nenhum, sem nenhuma relevância". "O que está lá é factual; o que está lá é mais factual do que [os jornalistas] muitas vezes fazem nos relatos dos jogos", acusa.

Na sexta-feira, 19 jogadores do plantel, entre os quais Rui Patrício, William Carvalho, Fábio Coentrão, Coates, Gelson Martins e Bruno Fernandes, divulgaram um comunicado em que manifestaram “desagrado” com as críticas do presidente do clube.

Em resposta, Bruno de Carvalho partilhou um texto no Facebook, visível para os seus amigos na rede social, em suspendia os jogadores que subscreveram um comunicado e fazia saber que teriam de enfrentar a disciplina do clube.

No sábado, o treinador da equipa, Jorge Jesus, afirmou que os futebolistas não receberam qualquer nota de suspensão por parte do clube e garantiu que Bruno de Carvalho lhe deu “liberdade para convocar os jogadores” que entendesse para o jogo de hoje com o Paços de Ferreira, da 29.ª jornada da I Liga, o que aconteceu, com os ‘leões’ a vencerem por 2-0.

Antes do encontro, Bruno de Carvalho voltou a colocar um ‘post’ no Facebook a criticar os futebolistas, afirmando que “serão mantidos os processos disciplinares” aos jogadores, que mancharam “o bom nome do presidente e do clube”.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.