‘Nole’ impôs-se na primeira partida, mas só no desempate (‘tie-break’), por 7-6 (7-4), seguindo-se um segundo parcial mais cómodo (6-2), ao fim de cerca de hora de duelo, no piso rápido e coberto da cidade transalpina.

Ainda hoje, o grego Stefanos Tsitsipas, quarto do mundo, e o russo Andrey Rublev, quinto favorito, defrontam-se, também incluídos neste agrupamento da prova, que junta os melhores colocados ATP do ano.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.