Em comunicado, o clube carioca revelou que, além dos três jogadores com teste positivo à covid-19, foram ainda identificados dois jogadores com anticorpos no sangue, por terem tido contacto com o vírus.

O Flamengo revelou ter feito 293 testes, entre 30 de abril e domingo, a jogadores, familiares de jogadores e funcionários do clube, e registado um total de 38 positivos, todos sem sintomas, e 11 com anticorpos no sangue.

Além dos três futebolistas infetados, o Flamengo acrescenta que os restantes positivos resultaram dos testes a seis empregados do clube, dois de empresas que prestam serviços regulares e 25 familiares ou elementos próximos de funcionários ou jogadores.

De acordo com o clube, todas as 38 pessoas com testes positivos estão assintomáticas e vão ser colocadas isoladas em quarentena, tal como os atletas que tiveram contacto com estes.

Na segunda-feira, morreu Jorginho, massagista da equipa de futebol e o mais antigo funcionário do emblema ‘rubro-negro’, aos 68 anos, vítima de covid-19.

O Brasil contabiliza 8.536 mortos e 125.218 casos confirmados da doença.

Segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 260 mil mortos e infetou cerca de 3,7 milhões de pessoas em 195 países e territórios. Mais de um 1,1 milhões de doentes foram considerados curados.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.