No segundo dia de competição, ‘Vasquinho’, que tal como Frederico Morais teve entrada direta para a segunda ronda (devido ao ‘ranking’), marcou 12,27 pontos (em 20 possíveis) nas suas duas melhores ondas (6,67 e 5,60), superando o francês Justin Becret (11,67), o brasileiro Alejo Moniz (10,67) e o havaiano Seth Moniz (8,80).

Por seu turno, ‘Kikas’ ainda não entrou no mar, que está com condições muito boas, e vai competir na 16.ª bateria, frente ao australiano Ryan Callinan, o peruano Lucca Mesinas e o francês Michel Bourez, todos ex-competidores da elite mundial do surf.

Na terça-feira, dia do arranque da competição, Mafalda Lopes foi a única das portuguesas que competiram na primeira ronda da prova em Haleiwa a avançar para a próxima fase, onde já está Teresa Bonvalot, com Francisca Veselko e Yolanda Hopkins eliminadas.

Hoje, a prova feminina não vai competir, com o dia dedicado exclusivamente ao quadro masculino.

O período de espera do Haleiwa Challenger, a última etapa das ‘Challenger Series’, que dão apuramento para o circuito principal da WSL, decorre até 07 de dezembro na ilha de Oahu, no Havai, Estados Unidos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.