Na sequência desta ação dirigida ao combate à economia paralela de comercialização de contrafação – designada por operação Sapatilha d’Ouro - foram instaurados três processos-crime e foi constituído arguido um indivíduo bem como a sociedade que o mesmo representava, refere a ASAE em comunicado.

Como resultado da operação, realizada pela Unidade Regional do Norte, foram fiscalizados três estabelecimentos.

O calçado apreendido reportava-se a duas grandes marcas de reconhecido prestígio internacional e estava a ser comercializado diretamente ao público, bem como a outros distribuidores e armazenistas.

O valor global da apreensão, atentos os valores de mercado para este tipo de artigos, ascende a cerca de meio milhão de euros, precisa a ASAE.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.