De acordo com a “Síntese Económica de Conjuntura” do INE, hoje divulgada, o indicador de atividade económica estabilizou nos 1,9 pontos em junho e o indicador de clima económico, disponível até julho, desceu para 2,3 pontos, face aos 2,4 pontos registados no mês anterior.

Segundo o INE, o indicador quantitativo do consumo privado desacelerou em junho, “refletindo um contributo positivo menos expressivo da componente de consumo corrente”.

No mesmo sentido, também o indicador de Formação Bruta de Capital Fixo (investimento) desacelerou em junho, “devido aos contributos positivos menos intensos das componentes de construção e máquinas e equipamentos”.

De acordo com o INE, considerando a atividade económica da perspetiva da produção, o índice de volume de negócios na indústria diminuiu em junho, “retomando o perfil descendente observado desde julho de 2018″.

O relatório do INE indica que também se verificou um abrandamento do índice de volume de negócios nos serviços — que desacelerou entre março e junho –, e do índice de produção da construção, que também abrandou em junho, depois da “ligeira aceleração verificada em maio”.

Na zona euro, em julho, o indicador de confiança dos consumidores aumentou, enquanto o indicador de sentimento económico diminuiu.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.