Em comunicado, a Comissão Europeia explica que, “após a reunião do Conselho de Administração do BEI, o Fundo Europeu para Investimentos Estratégicos do Plano de Investimentos para a Europa deverá agora gerar 463 mil milhões de euros em investimentos adicionais na UE”, tendo em conta as contas de Bruxelas.

Em causa estão as “operações [agora] aprovadas no âmbito do Plano de Investimentos para a Europa, que representam 84,6 mil milhões de euros em financiamento” do BEI, acrescenta o executivo comunitário.

Ao todo, a Comissão Europeia estima que 1,1 milhões de ‘startups’ e pequenas e médias empresas beneficiem deste financiamento agora aprovado.

Portugal é, atualmente, o terceiro Estado-membro da UE que mais beneficia deste financiamento e com mais investimento gerado ao abrigo deste apoio comunitário, logo a seguir à Grécia e à Estónia.

Dados publicados no ‘site’ da Comissão Europeia referem que, ao todo, o país já recebeu 2,7 mil milhões de euros em financiamento do BEI ao abrigo deste plano criado em 2015.

Por sua vez, este financiamento já gerou 10 mil milhões de euros em investimentos em Portugal, montante que tem em conta o apoio do BEI e o dinheiro aplicado pelos promotores dos projetos (privados ou públicos).

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.