“Tendo em conta os rácios observados em 31 de dezembro de 2018, o Banco BPI cumpre os novos rácios mínimos exigidos em matéria de CET1 (‘Common Equity Tier 1′), Tier 1 e rácio total”, refere a instituição em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Segundo adianta, de acordo com a decisão do BCE no âmbito do processo de análise e avaliação para fins de supervisão (SREP, do inglês Supervisory Review and Evaluation Process), o requisito de Pilar 2 para o Banco BPI em 2019 passa a ser de 2%, o que representa uma redução de 0,25 pontos percentuais face a 2018.

Em causa está a decisão do BCE sobre os requisitos mínimos prudenciais de fundos próprios que deverão ser respeitados pelos bancos a partir de 1 de janeiro de 2019, tendo por base os resultados do SREP.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.