Segundo as Previsões Económicas de Outono, hoje divulgadas, depois de, em 2017, a zona euro ter registado um máximo de dez anos (2,4%), a economia dos países da moeda única deverá abrandar para os 2,1% do Produto Interno Bruto (PIB), tendência que se prevê que se acentue em 2019 (1,9%) e 2020 (1,7%).

Na União Europeia (UE), Bruxelas prevê que se repita o padrão da zona euro, com uma quebra dos 2,4% de crescimento económico em 2017 para 2,2% este ano, 2,0% em 2019 e 1,9% em 2020.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.