O Estado da Califórnia ultrapassou o Reino Unido, conquistando um lugar entre as cinco maiores economias do mundo. Um sucesso alavancado pelo setor da tecnologia  — ou não fosse este estado a casa da incontornável Silicon Valley — pelo entretenimento — sim, Hollywood fica no estado da Califórnia — e pela agricultura — sendo de referir o Vale Central, onde estão estão situadas muitas das iniciativas mais produtivas do estado.

Enquanto o Produto Interno Bruto (PIB) da Califórnia aumentou entre 2016 e 2017, o do Reino Unido teve piores resultados, estando a cair desde 2014. É assim que o estado norte-americano acaba por conquistar um lugar no "top 5" das economias mundiais, depois dos EUA, China, Japão e Alemanha.

De referir que o estado da Califórnia tem uma população de quase 40 milhões de pessoas e o Reino Unido conta com mais de 65 milhões de habitantes. Contas feitas, o PIB da Califórnia situa-se atualmente nos 2,7 biliões de dólares, face aos 2,6 biliões do Reino Unido.

Os números são o reflexo de uma capacidade notável do estado californiano dar a volta depois da recessão financeira de 2008.

Segundo Irena Asmundson, economista-chefe do departamento de Finanças da Califórnia, os maiores contributos para o aumento do PIB foram dos serviços financeiros e do imobiliário, seguindo-se o sector informático.

A Califórnia já havia conquistado um lugar no "top 5" em 2002, mas caiu para a 10º posição em 2012 graças ao impacto da crise financeira. Desde então, o maior estado norte-americano criou 2 milhões novos postos de trabalho e aumentou o seu PIB em 700 mil milhões de dólares, contribuindo atualmente cerca de 14% para a economia do país.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.