O Governo chinês estima receitas no valor de 2,34 biliões de euros, o que supõe um défice de 303.000 milhões de euros, o mesmo que no exercício passado.

À semelhança dos anos anteriores, uma das maiores fatias do orçamento chinês será para a Defesa – 5,24% do total, o equivalente a 140.000 milhões de euros, um aumento homólogo de 8,1%.

Outras fatias importantes da despesa pública chinesa são para o reembolso de dívidas (54.800 milhões de euros, uma subida homóloga de 13,4%) e ciência e tecnologia (39.800 milhões de euros, mais 10,1% do que no ano passado).

O orçamento para a Segurança Pública aumenta 5,5%, para 24.400 milhões de euros, e para a educação 6,5%, para 21.800 milhões de euros.

O orçamento foi aprovado pela quase totalidade dos cerca de 3.000 delegados da Assembleia Nacional Popular, cuja sessão anual encerrou hoje.

A China é a segunda maior economia mundial, a seguir aos Estados Unidos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.