De um lado, a Delta Cafés, multinacional portuguesa, com sede em Campo Maior, Alentejo, especializada na torra e comercialização de café.

Do outro, a NÃM, uma startup criada por Natan Jacquemin, um cidadão belga, que, após um mestrado na Católica Business School, decidiu, em 2018, transformar, todos os meses, 500 kg de borras de café em 100 kg de cogumelos. Um processo, então, levado a cabo numa cave no Largo do Intendente, em Lisboa, um lugar improvável transformado em quinta urbana.

Juntas, empresa e o empreendedor social, criaram a NÃM – Urban Mushroom Farm — e mudaram-se para Marvila, na zona oriental da capital.

E de um antigo stand de automóveis nasceu a primeira quinta de economia circular, em Portugal, onde se produzem cogumelos orgânicos a partir da borra de café, transformando um tradicional desperdício num subproduto alimentar para consumo e reutilização.

NÃM – Urban Mushroom Farm

Aliando ecologia e sustentabilidade financeira, as borras são recolhidas através de recipientes próprios, recorrendo a um método de aproveitamento que se inicia quando a água quente, na extração de bebida com cafeína, passa pelo café, limpando a borra.

1% da biomassa é utilizada na preparação do café servido; os restantes 99% considerados “lixo”. Ora, esse substrato limpo e rico em nutrientes, é um alimento ideal para os cogumelos. Cogumelos, aproveitados, de forma circular. Após o seu crescimento, o composto restante transforma-se num fertilizante orgânico e nutritivo, pronto para passar de mão, para outras quintas e outros agricultores, para o cultivo de frutas e legumes, fechando-se o círculo.

"Através da NÃM queremos provar que proteger a natureza também é criar valor para a comunidade e que conseguimos conciliar a economia com a ecologia, que é o maior desafio do nosso tempo”, sintetizou Rui Miguel Nabeiro, Administrador do Grupo Nabeiro-Delta Cafés.

“A NÃM representa uma oportunidade única para demonstrar que soluções concretas e acessíveis podem fazer a diferença”, acrescenta Natan Jacquemin.

Os cogumelos da Urban Mushroon Farm podem ser adquiridos em mercados da cidade ou diretamente na quinta urbana, em Marvila. Ali, a NÃM desenvolveu um “faça você mesmo” em casa, que reduz o tempo de incubação e de frutificação de, habitualmente de seis semanas, para uma semana.

Um dos kits deste processo caseiro, permite produzir Pleurotus (cogumelos) em casa, incluindo o substrato, tendo apenas de se garantir o processo de humidificação. O outro, possibilita a produção de cogumelos, alimentando-os com borras de café.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Um artigo do parceiro

The Next Big Idea é um site de inovação e empreendedorismo, com a mais completa base de dados de startups e incubadoras do país. Aqui encontra as histórias e os protagonistas que contam como estamos a mudar o presente e a inventar o que vai ser o futuro. Veja todas as histórias em www.thenextbigidea.pt