“A EDP Renováveis, S.A. (“EDPR”) alcançou um acordo com determinados fundos geridos pela Macquarie Infrastructure e Real Assets (em conjunto com os fundos que gere), atualmente os únicos acionistas da Viesgo, para a aquisição do controlo sobre o negócio de energias renováveis da Viesgo”, lê-se no comunicado remetido à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

De acordo com a informação remetida ao mercado, o montante a ser pago pela empresa agora liderada por Rui Teixeira - depois de Manso Neto ter sido na semana passada suspenso de funções no âmbito do Caso EDP - corresponde a um ‘enterprise value’ (valor de mercado) de 565 milhões de euros.

Na sessão de hoje da bolsa, as ações da EDPR cederam 1,76% para 13,36 euros.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.