O euro fechou 2016 a valer 1,0517 dólares e hoje, último dia de negociação da moeda europeia, negociava em torno dos 1,2016 dólares, uma subida anual de 14,25%, o valor mais elevado desde setembro.

Em 2017, a moeda europeia foi recuperando ao longo do ano (embora com altos e baixos), ultrapassando a barreira dos 1,10 dólares em maio e a dos 1,20 pela primeira vez em agosto.

O analista Nuno Mello, da XTV, explica que esta subida do euro se deve aos aumentos da taxa de referência pela Reserva Federal norte-americana (Fed) ao longo deste ano, bem como ao anúncio de redução do programa de compra de ativos pelo Banco Central Europeu (BCE).

Já o analista João Queiroz, do banco Carregosa, destaca a recuperação da inflação da Alemanha, por um lado, e por outro a aprovação do pacote fiscal nos Estados Unidos, que "tem impacto na depreciação do dólar".

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.