A Eurochambres apela aos G20 para que organize uma “reunião urgente”, pois considera “iminente” uma guerra comercial global, depois das últimas decisões dos Estados Unidos nesta matéria.

“Vamos defender a globalização e o sistema global de comércio. Amanhã pode ser demasiado tarde!”, afirma num comunicado o presidente da Eurochambres, Christoph Leit, num claro apelo aos países mais industrializados e emergentes do mundo.

Christoph Leit insiste na realização de uma reunião, pois diz que o crescimento económico “está a ser minado”, bem como a confiança empresarial.

“Necessitamos de uma resposta forte e reagirmos com rapidez para impedir o protecionismo e defender as regras do comércio multilateral”, salientou o responsável.

Para Christoph Leit, o comércio e o investimento são “fatores-chave para gerar crescimento e emprego a uma escala global”.

“Se forem restringidos a situação piorará para todos nós. Por isso, devemos tomar agora medidas adequadas para reduzir a tensão neste caso”, salientou.

Desde 01 de junho que os Estados Unidos aumentaram as tarifas aduaneiras das importações de aço e alumínio provenientes do Canadá, União Europeia e do México.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.