“Desenhado para ‘start-ups’ e PME, o Euronext Access+ vai auxiliar as empresas numa suave transição e na adaptação a outros mercados Euronext, nomeadamente no que respeita à comunicação com os investidores e à transparência”, realçou em comunicado a entidade.

Além disto, a Euronext sublinhou que o novo compartimento (que integra o Euronext Access), “será um trampolim para outros mercados Euronext” e que “as empresas admitidas ao Access+ beneficiam de apoio adicional e as suas acções terão maior visibilidade”.

De resto, a gestora das praças de Amesterdão, Bruxelas, Londres, Lisboa e Paris vai promover uma mudança nos nomes dos seus mercados para “facilitar a identificação e definição da oferta” da Euronext.

O Easynext passa a designar-se Euronext Access, o Alternext passa a Euronext Growth e o Euronext permanece como o mercado regulamentado do grupo, que vai ainda apostar num reforço do papel dos ‘listing sponsors’ e num novo modelo de mercado dedicado às médias capitalizações com o objetivo de melhorar a liquidez destas empresas, em vigor a partir de 19 de junho.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.