"Daquele que é também o nível de colaboração do Governo dos Açores com todas as juntas de freguesia, no caso concreto da Secretaria Regional dos Transportes e Obras Públicas, aproveitamos a oportunidade para dizer que se mantém [o apoio]", disse Ana Cunha aos jornalistas, no final de uma reunião realizada em Ponta Delgada com a delegação regional da Associação Nacional de Freguesias (Anafre).

A governante disse que a secretaria que tutela tem uma "relação muito próxima" com as freguesias, referindo que o valor de dois milhões de euros será concretizado através de protocolos ou de "intervenções diretas".

O apoio irá manter-se, prosseguiu a governante, "seja através da realização de protocolos, quer através de intervenções diretas que são sempre feitas em coordenação" com as juntas, destacou.

Ana Cunha agradeceu "toda a colaboração" prestada pelas entidades ao longo da situação de pandemia, dando o exemplo das máscaras sociais fornecidas pelo executivo regional, mas distribuídas pelas juntas de freguesia.

A secretária dos Transportes e Obras Públicas disse que a reunião serviu para o Governo dos Açores "perceber o papel das juntas de freguesia na situação" atual de desconfinamento.

"Estivemos a perceber o que é que estão a fazer nas suas freguesias. O apoio social que têm dado e o apoio dado às famílias na distribuição de material escolar. Estivemos a ouvir a preocupação trazida pela Anafre, mas que é transversal a todas as freguesias, da manutenção do nível de emprego", referiu.

Ana Cunha assinalou também que o executivo açoriano irá manter o plano de obras públicas, apesar da pandemia.

"A nossa pretensão é manter exatamente os seus precisos termos, o cronograma de execução financeira e o cronograma de execução física", salientou.

O presidente da Anafre nos Açores mostrou "disponibilidade" para colaborar com Governo Regional e considerou satisfatória a verba de dois milhões para as freguesias.

"No que toca a dinheiro, é sempre pouco. Quando é pouco, temos de aceitar aquilo que é possível que seja distribuído. Satisfaz-nos, não plenamente, mas temos de ter em consideração e atenção o período difícil que estamos a atravessar", assinalou Jaime Rita.

Os Açores estão há 15 dias sem registo de novos casos de covid-19, tendo apenas dois caos ativos de infeção dos 146 registados, desde o início do surto.

Ocorreram 128 recuperações (em seis ilhas) e 16 óbitos (em São Miguel).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.