De acordo com o gabinete de estatísticas da União Europeia, foi no setor da energia que os preços tiveram a maior subida em dezembro e a primeira em pelo menos seis meses: 2,5%, face aos -1,1% em novembro.

No setor dos serviços, a taxa de inflação homóloga aumentou 1,2% (1,1% em novembro) e no da alimentação, álcool e tabaco os preços aumentaram também 1,2% (0,7% no mês anterior).

No setor dos bens industriais não energéticos, os preços tiveram uma subida de 0,3%, estável na comparação com novembro.

O Eurostat deverá publicar um novo boletim, com dados sobre os Estados-membros, no dia 18.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.