A publicação The Banker, do Grupo Financial Times, escolheu Mário Centeno como ministro das Finanças do ano.

Este prémio distingue os ministros que melhor conseguiram estimular o crescimento e estabilizar a economia.

"O ministro das Finanças português Mário Centeno pode olhar para os seus primeiros 12 meses como presidente do Eurogrupo com satisfação merecida", escreve a revista, destacando a “mais significativa reforma do bloco da moeda única desde a crise da dívida soberana. Alcançou-se acordo em dezenas de aspetos à volta da prevenção e gestão de crises financeiras no futuro”.

Segundo a publicação, em 2019 o ministro e presidente do Eurogrupo terá como grandes desafios a união bancária e a credibilidade do projeto europeu.

Assumindo que Centeno é "uma escolha invulgar", a revista vê a atribuição ao economista português de "um dos cargos mais prestigiantes" da Zona Euro um reconhecimento do caminho percorrido por Portugal para recuperar a economia nacional.

A publicação com sede em Londres salienta a descida da taxa de desemprego dos 17% em 2013 para abaixo de 7% atualmente, as perspetivas de estabilidade do crescimento económico português para 2019 e 2020, a recapitalização da banca durante 2016 e 2017 e o aumento do salário mínimo e das pensões como parte dessa recuperação.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.