De acordo com as Contas Provisórias do Estado do primeiro trimestre de 2020, elaborado pelo Ministério das Finanças, a dívida externa de Cabo Verde cifrava-se no final de março em mais de 177.342 milhões de escudos (quase 1.600 milhões de euros), entre financiamento multilateral (de organizações internacionais, 48,7% do total), bilateral (Estado a Estado, 23,4%) e comercial (banca, 27,9%).

Na vertente bilateral, Portugal, com dois financiamentos, em euros e dólares, era credor em 15.185.311.384,47 escudos (136,8 milhões de euros), acrescidos de 40.887.756.850,66 escudos (368,5 milhões de euros) na componente da banca comercial, à CGD (Caixa Geral de Depósitos), e que é o maior financiamento único a Cabo Verde.

Nessas três parcelas, o financiamento de Portugal a Cabo Verde reduziu-se, de janeiro a março, em 1.718.226,32? escudos (15.500 euros), conforme dados compilados pela Lusa a partir do mesmo relatório.

Ainda ao nível do endividamento externo de Cabo Verde, a China é credora, em financiamento bilateral em renminbi, no equivalente a 2.897.712.576,52 escudos (26,1 milhões de euros), enquanto da Agência Japonesa de Cooperação Internacional (JICA) o país tem um acumulado de financiamentos de 9.284.347.068,61 escudos (83,6 milhões de euros), à data de 31 de março.

Em termos de credores multilaterais, o Banco Mundial lidera o financiamento a Cabo Verde, com 35.849.049.851,36 escudos (323,1 milhões de euros), seguido do Banco Africano de Desenvolvimento, com 19.814.950.580,48 escudos (178,6 milhões de euros).

Em 31 de março de 2020, a dívida pública de Cabo Verde era constituída por 177.342 milhões de escudos (quase 1.600 milhões de euros) de endividamento externo, que cresceu 9,1% face ao período homólogo de 2019, e por 67.027 milhões de escudos (604,3 milhões de euros) de endividamento captado internamente, nomeadamente com emissão de títulos do tesouro, que cresceu, também em termos homólogos, 1,6%.

Globalmente, o peso do stock da dívida pública de Cabo Verde cresceu para 131,5% do Produto Interno Bruto (PIB) até março.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.