Já na variação em cadeia, de acordo com o gabinete estatístico europeu, a produção na construção avançou 0,1% na zona euro e recuou também 0,1% na UE.

Face ao mês homólogo, as maiores subidas da produção na construção foram registadas na Hungria (22,5%), Áustria (13,6%) e Suécia (9,7%), enquanto os principais recuos se observaram em Espanha (-13,2%), Eslovénia (-8,0%) e Bélgica (-3,8%).

Na comparação com junho, as quebras mais acentuadas da produção na construção registaram-se na Eslovénia (-3,9%), Roménia (-3,5%) e Áustria (-3,4%) e os principais avanços na França, Suécia (1,3% cada) e Alemanha (1,1%).

Em Portugal, o indicador subiu 2,0% face a julho de 2020 e 0,7% na variação em cadeia.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.