“Em cinco dias, a pontualidade da operação esteve acima dos 90%. E esteve acima dos 80% em duas semanas do mês” de janeiro, indica a TAP em comunicado.

No Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, a pontualidade dos voos atingiu 81%, apesar de terem sido registados cinco dias de baixa visibilidade, devido ao nevoeiro, “com consequente impacto na operação da TAP”, indica a transportadora aérea.

A companhia adianta que a pontualidade na ponte aérea foi de 86% em janeiro, e que o índice de satisfação do cliente aumentou, revelando “o impacto positivo da melhoria da pontualidade, bem como da introdução de aviões a jato”.

Em novembro, a companhia aérea tinha referido que a ponte aérea entre Lisboa e Porto passaria a ser operada, em 2019, por aviões a jato.

Em meados de dezembro, o presidente executivo da TAP Antonoaldo Neves admitiu a má pontualidade da transportadora aérea.

A pontualidade em 2018 foi “vergonhosa e eu não tenho vergonha de dizer isso, é preciso olhar no espelho para saber onde a gente precisa melhorar”, admitiu na altura o presidente executivo da TAP, classificando este tema como “importantíssimo”.

No comunicado hoje divulgado, a TAP indica que, durante o ano passado, implementou “medidas decisivas em todas as áreas para melhorar a pontualidade”, nomeadamente a criação de um Centro de Controlo Operacional Integrado, a constituição de novas equipas para a gestão de cada voo e o reforço das equipas de ‘handling’ e dos equipamentos de apoio, passando também a ter na frota três aviões de reserva.

A TAP acrescenta que “a pontualidade continua a ser um dos objetivos fundamentais” para 2019.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.