Os dados relativos ao quarto trimestre de 2017 mostram que o número de pessoas empregadas cresceu, na zona euro, 1,6%, e na UE 1,5%, face ao período homólogo, com Portugal a crescer acima da média (3,2%).

Já na comparação com o terceiro trimestre, entre outubro e novembro o emprego aumentou 0,3% na zona euro e 0,2% no conjunto dos 28 Estados-membros.

De acordo com o gabinete de estatísticas da UE, Malta (6,1%), Estónia (5,7%) e Croácia (3,8%) registaram as maiores subidas homólogas no emprego, com apenas uma quebra a assinalar, na Lituânia (-0,5%).

Face ao trimestre anterior, Malta (1,8%), Estónia (1,6%) e Finlândia (1,2%) tiveram as maiores subidas na taxa de emprego e a Itália, a Polónia (-0,3% cada), a Grécia e a Lituânia (-0,1% cada) viram o indicador recuar.

Em Portugal, no quarto trimestre de 2017, o emprego subiu 3,2% em termos homólogos e 0,7% face ao período entre julho e setembro.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.