A Unitel formalizou a compra de 2% do Banco de Fomento de Angola (BFA) ao BPI esta quinta-feira. Com esta mudança no BFA, Fernando Ulrich é substituído por Mário Leite da Silva, que assume agora o cargo de presidente do conselho de administração do banco angolano. Mário Leite da Silva era, até ao momento, o presidente da Santoro, holding de Isabel dos Santos.

“Em consequência da concretização desta transmissão, as participações do Banco BPI e da Unitel no BFA passaram a ser de, respetivamente, 48,1% e de 51,9%”, lê-se na informação enviada pelo BPI à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Em consequência do negócio, Fernando Ulrich e José Pena do Amaral renunciaram aos cargos de presidente e vogal do Conselho de Administração do BFA, refere ainda a informação ao mercado. Mário Leite da Silva, um dos braços diretos da empresária angolana Isabel dos Santos, vai assim substituir Fernando Ulrich, a partir de agora.

Os acionistas do BPI aprovaram a venda de 2% do Banco de Fomento de Angola (BFA) à operadora Unitel, por 28 milhões de euros, a 13 de dezembro do ano passado. A aprovação aconteceu à segunda tentativa, depois de a anterior reunião magna, a 23 de novembro, sobre o mesmo assunto, ter sido suspensa e adiada.

Em setembro de 2016 a administração do BPI, liderada por Artur Santos Silva e Fernando Ulrich, propôs a venda de 2% do BFA à operadora angolana Unitel, por 28 milhões de euros.

A operação significava o fim do controlo do BFA pelo BPI e foi apresentada como a "única solução" para cumprir as exigências do BCE (Banco Central Europeu) que obrigam à redução da exposição ao mercado angolano, onde Frankfurt entende que a supervisão bancária não é equivalente à europeia.

(Notícia atualizada às 19h21)

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.