A lista A (‘Mutualismo em Ação’), liderada por Virgílio Lima, teve 11.557 dos 24.085 votos expressos (47,98%) para a mesa da assembleia-geral, Conselho de Administração e Conselho Fiscal para o mandato 2022-2025.

Virgílio Lima já é presidente da mutualista desde 2019, quando era administrador e sucedeu a Tomás Correia, que saiu envolto em polémica e face a investigações a atos de gestão seus pelos supervisores. Contudo, esta foi a primeira vez que se apresentou aos associados como candidato a presidente.

O novo Conselho de Administração será constituído por Virgílio Lima, como presidente, tendo como vogais executivos Idália Serrão, João Carvalho das Neves, Rui Heitor e Fernando Amaro. Os administradores não executivos são Alípio Dias e Luís Patrão.

A presidente da mesa da assembleia-geral é Maria de Belém Roseira (ex-ministra do PS), enquanto o Conselho Fiscal é presidido por Victor Franco.

Quanto às outras listas que concorreram ao ato eleitoral de dezembro, a lista D, que tinha como candidato a presidente Pedro Alves (atual presidente executivo do Montepio Crédito e administrador não executivo do Banco Montepio), obteve 24,33% dos votos, a lista C, liderada por Eugénio Rosa (economista), teve 15,47%, e a lista B, liderada por Pedro Corte Real (professor do departamento de Matemática da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa), obteve 10,11% dos votos.

Estas eleições tiveram ainda a novidade de daí sair a constituição do novo órgão associativo, a Assembleia de Representantes, com 30 membros eleitos pelo método de Hondt, pelo que todas as listas têm representantes eleitos. É aqui que serão debatidos e votados documentos fundamentais da vida da mutualista Montepio, como orçamento e plano de atividades.

Para a assembleia de representantes, a lista A obteve 47,31% dos votos (11.362 dos 24.016 votos expressos), a lista D 24,23% , a lista C 16,23% e a lista B 10,06% dos votos.

Assim, a lista A elegeu 15 membros para a Assembleia de Representantes (o primeiro eleito é Vítor Melícias, padre), a lista D sete representantes (sendo o primeiro eleito Conceição Zagalo, gestora), a lista C cinco representantes (a primeira eleita é Ana Drago, socióloga e ex-deputada pelo BE) e a lista B três representantes (o primeiro eleito é João Costa Pinto, foi vice-governador do Banco de Portugal e presidente da Caixa de Crédito Agrícola).

A mutualista Montepio tem 600 mil associados e é o topo do grupo Montepio, sendo a sua principal empresa o Banco Montepio. Podem votar nestas eleições cerca de 500 mil associados.

Contudo, estas foram das eleições menos participadas dos últimos anos, mesmo com a novidade do voto eletrónico.

Segundo fonte oficial da mutualista, nas eleições de 2015 votaram 52,5 mil associados e nas eleições de 2018 votaram 42,5 mil pessoas. Já nas eleições do mês passado votaram pouco mais de 24 mil associados.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.