A informação foi avançada hoje, no dia em que o primeiro-ministro, Narendra Modi, recebeu a sua segunda injeção e instou outros a seguirem o exemplo, afirmando: "A vacinação está entre as poucas formas que temos de derrotar o vírus".

A Índia iniciou a campanha de vacinação em janeiro. Até agora, mais de 90 milhões de profissionais de saúde e pessoas com mais de 45 anos receberam pelo menos uma vacina. Apenas 11 milhões receberam ambas as doses, enquanto a Índia tenta construir uma imunidade para proteger os quase 1,4 mil milhões de habitantes.

Dezenas de cidades e vilas estão a impor recolher obrigatório noturno para tentar conter o surto, mas o Governo federal recusou-se a impor um segundo confinamento a nível nacional por recear prejudicar a economia.

O número de mortos (685) nas últimas 24 horas é o mais alto registo diário desde novembro. O estado ocidental de Maharashtra, o mais atingido no país, foi responsável por quase 47% das novas infeções.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.874.984 mortos no mundo, resultantes de mais de 132,3 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência de notícias France-Presse (AFP).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

JMC // JMC

Lusa/Fim

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.