Um relatório da Comissão Provincial de Proteção Civil e Bombeiros indica que as chuvas, acompanhadas de granizo, ventos fortes e trovoadas, causaram igualmente a destruição de 312 casas, deslizamentos de terra e 16 inundações.

O documento, citado pela agência noticiosa angolana, Angop, refere que as autoridades estão a garantir assistência aos sinistrados, com a entrega de chapas de zinco e outros meios para reconstrução.

NME // JMR

Lusa/Fim

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.