1. Aprendemos a palavra “postigo” e passado umas semanas aprendemos o que ela quer dizer. Fizemos todos a pergunta “Então, mas isso não é take away?” e depois lá percebemos a diferença.
  2. Aprendemos que há muita gente burra que não acredita nos especialistas na televisão, mas acredita em tudo o que lê na Internet mesmo sem saber a fonte.
  3. Aprendemos o que era um pangolim e pensámos “Parece pimbolim, daquele anúncio do Scolari”. Pensámos também “Será que sabe assim tão melhor do que frango para justificar isto tudo?”
  4. Aprendemos que 20 segundos a lavar as mãos é uma estupidez de tempo e que ninguém tem tempo para isso.
  5. Aprendemos que muita gente devia usar sempre máscara na vida e aprendemos que há pessoas que pensam que o nariz não faz parte do sistema respiratório.
  6. Aprendemos a fazer pão e bolos e que realmente não fazer exercício e comer pão e bolo o dia todo engorda. Nesta até os negacionistas acreditam.
  7. Aprendemos que há álcool gel que cheira a tequila e é um bocado nojento.
  8. Aprendemos que quem gozava com quem usava calças de fato de treino no dia-a-dia é que estava errado.
  9. Aprendemos que começar a beber sozinho às sexta-feira à tarde já não é considerado alcoolismo, mas sim o “novo normal”. Esperem… sou só eu?
  10. Aprendemos que num holocausto nuclear, anos depois de a radiação dissipar e de os poucos sobreviventes humanos saírem do subsolo, os primeiros negócios a abrir seriam cabeleireiros e salões de nails.
  11. Aprendemos que a nossa casa, afinal, é mais pequena do que o que parecia.
  12. Aprendemos quem são os nossos vizinhos otários que fazem barulho em horário de teletrabalho.
  13. Aprendemos que não dá para chegar ao fim da pornografia na Internet.
  14. Aprendemos que talvez haja gente a mais e que sempre que não apanhamos trânsito pensamos “Isto da covid nem é assim tão mau…”
  15. Aprendemos que papel higiénico é bem de primeira necessidade.
  16. Aprendemos que ter filhos é giro, excepto se formos obrigados a estar sempre com eles.
  17. Aprendemos que os comentadores de televisão e as celebridades são como as pessoas normais e que podem também ser burros que nem calhaus.
  18. Aprendemos o que já sabíamos: os cães são mais fixes do que os gatos porque quem tinha cão podia sair à rua para o passear e quem tinha gato ficava em casa porque quem passeia gatos corre o risco de ser institucionalizado.
  19. Aprendemos que podem ter sido os nerds informáticos a criar o vírus porque o teletrabalho sem aturar pessoas sempre foi o nosso sonho molhado.
  20. Aprendemos que quando não se gasta o dinheiro em porcaria até dá para poupar um bocado só para depois gastarmos numa porcaria que custa mais dinheiro.

Aprendemos isto tudo e muito mais, mas o mais importante é que aprendemos que somos todos um só enquanto espécie e que nos devemos proteger uns aos outros. Aprendemos a ser solidários e a valorizar as pequenas coisas da vida e a esquecer as mesquinhices que outrora nos separavam. LOL

Para rir: Stand-up Comedy em Braga, dia 7 e 8 de Maio (se o Costa quiser). Informações e bilhetes aqui.
Para ver: Os Miseráveis, na Netflix.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.