A família McCallister prepara-se para passar o Natal em Paris e reúne-se antes de viajar. Kevina, a filha mais nova, com 8 anos de idade, é alvo de gozo por parte dos seus irmãos e primos. Depois de entrar numa discussão com o seu irmão mais velho, os pais dizem para ela ir para o seu quarto de castigo, mas ela faz beicinho e chora e consegue manipular os pais que acabam por repreender Buzz também. Ela vai para o seu quarto e pede um desejo à Fada Madrinha para que a sua família desapareça. Durante a noite, uma falha de energia desregula os alarmes e a família dorme até tarde. Na confusão e com toda a pressa de chegar ao aeroporto a tempo, Kevina é esquecida porque estava no quarto a arranjar-se durante duas horas e a sua família não percebe isso até já estar no avião.

Entretanto, Kevina acorda e percebe que está sozinha em casa e fica em êxtase por ver que o seu desejo se realizou. Ela vai ao quarto do seu irmão Buzz e com o dinheiro do seu mealheiro vai comprar lençóis cor de rosa e remodela-lhe o quarto para parecer o de uma rapariga. Aproveita que está sozinha para ver filmes de adulto que nunca a tinham deixado ver, como as 50 Sombras de Grey. Decide comer toda a fast food que consegue, mas vomita logo a seguir, desenvolvendo distúrbio alimentar devido à pressão da sociedade para que as mulheres sejam magras.

A polícia toca à campainha e Kevina atende. Perguntam se está tudo bem e ela responde “Não se passa nada.” Mais tarde, fica assustada com o seu vizinho do lado, o “Velhote” Marley, cujos rumores dizem que ele matou a sua família há muitos anos e, pior, que veste fato preto com sapatos castanhos.

Na noite de consoada, Kevina ouve Harry e Marv, os bandidos molhados, a discutir o plano para entrar em sua casa nessa noite. Depois de ter uma conversa com o Pai Natal, Kevina encontra Marley e percebe que afinal ele até é uma pessoa simpática. Marley diz à Kevina que está a ver o coro na igreja porque a sua neta faz parte, mas que ele nunca a vê porque ele e o seu filho não falam há anos, depois de uma discussão que tiveram. Kevina aconselha a que ele se faça de difícil e se o filho quiser falar, ele que dê o primeiro passo.

Depois de sair da igreja, Kevina vai para casa e prepara uma série de armadilhas dentro de casa. Faz uma fisga com tampões e rimel, espalha brincos e anéis no chão para os ladrões pisarem. Harry e Marv, depois de caírem em todas as armadilhas da casa, apanham-na e penduram-na com um cabide numa porta. Marley aparece atrás dos bandidos e deixa-os inconscientes com uma pancada na cabeça com a sua pá e leva Kevina para casa. Pouco depois, os dois ladrões são presos.

Kevina acorda na manhã seguinte e ouve Kate a entrar na casa e a chamar o seu nome. Ela desce as escadas e abraça a mãe. Imediatamente depois chega o resto da família. Kevina não consegue guardar segredo e conta tudo o que aconteceu com Harry e Marv. Peter encontra o dente de ouro de Harry que caiu quando ele foi apanhado numa das armadilhas. Kevina diz que o ouro é dela. Kevina e Buzz têm um momento de reconciliação. Kevina vai à janela e vê Marley a cumprimentar o seu filho e a abraçar a sua neta. De repente, ouve o seu irmão Buzz gritar “O que é que tu fizeste com o meu quarto!?”. Ela começa a correr o filme acaba.

Como vemos, o filme não seria muito diferente, já que as diferenças entre rapazes e raparigas vão ficando mais acentuadas com a idade e com as expectativas diferentes que a sociedade deposita nuns e noutros. No entanto, acho que se Kevin fosse uma rapariga, o filme nem teria pernas para andar:

- Provavelmente ela nunca seria posta de castigo, pois as raparigas tendem a portar-se melhor.

- A ser posta de castigo, os pais dificilmente se esqueceriam dela porque as raparigas de 8 anos falam muito e guincham e os pais teriam dado conta da sua ausência.

- A ficar sozinha, teria ido pedir ajuda a alguém já que todos sabemos que os rapazes têm mais dificuldade em admitir que precisam de ajuda ou de indicações.

- Ela nunca voltaria para casa para enfrentar os ladrões porque as raparigas não têm tanta necessidade de entrar em conflitos para mostrar que são fortes. Ela teria ficado pela Igreja enquanto os ladrões assaltavam a casa e é isso que uma criança inteligente deveria fazer.

Para finalizar, uma curiosidade: reparem que no cartaz original do filme está escrito “But don’t worry… he cooks, he cleans, he kicks some butt”. Algo me diz que nos dias de hoje, se a protagonista fosse do sexo feminino, talvez tivessem problemas em ter as frases “Ela cozinha, ela limpa” pois a brigada do politicamente correcto ficava logo acesa. No entanto, talvez isso seja um ponto importante, já que algo me diz que fez sentido ter isso no cartaz para mostrar que o Kevin, mesmo sendo rapaz, sabia fazer essas “tarefas de mulher”. Isso, ou está lá apenas porque é uma criança. Também pode ser, nem tudo é machismo, mas o dia de hoje serve para nos relembrar que ainda vai existindo algum por aí.

Feliz dia a todas as mulheres.


No Dia da Mulher, o SAPO24 convidou humoristas para escreverem sinopses alternativas de filmes cujos protagonistas são homens mas que, neste contexto, seriam substituídos por mulheres. Num mundo ainda muito marcado pela desigualdade de género, utilizamos o humor para tentar mostrar o que (ainda) é diferente e (ainda) é igual no tratamento que todos nós damos a homens e mulheres.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.