A aplicação SandSpace é a única finalista portuguesa do Apps for Good UK, uma das maiores competições mundiais de aplicações e cujo vencedor será conhecido no próximo dia 26 de junho.

Desenvolvida por quatros alunos da Escola Secundária Serafim Leite, em São João da Madeira, Bruno Dylan, Diogo Resende, Jorge Correia e Nuno Castro, e que contam com a parceria da Agência Portuguesa do Ambiente, a app permite indicar os níveis de ocupação do areal de 685 praias marítimas e fluviais de todo o país.

O mapa da SandSpace abrange toda a costa continental e a dos arquipélagos dos Açores e Madeira. Atua como um semáforo em que quem vai a banhos tem uma intervenção direta ao fornecer à app dados sobre o estado de ocupação do areal, sendo que o verde significa pouca gente na praia, o amarelo aponta para um número considerável e o vermelho traduz uma lotação limite.

Disponível na Google Play Store, a Sandspace é uma das 15 equipas finalistas a concurso da Apps for Good UK, o programa educativo tecnológico que desafia alunos e professores a desenvolverem aplicações para resolverem problemas sociais. Os finalistas estarão distribuídos por cinco categorias e haverá ainda lugar a um prémio eleito, por votação, pelo público.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.