"Dave usa a sua incrível capacidade para funcionar sem dormir e as suas milhas de passageiro frequente para descobrir geeks pelo mundo inteiro. No seu passado sinistro inclui-se ter trabalhado para o Founders Fund, Facebook fbFund, PayPal, Mint.com, & Simply Hired". É esta a apresentação de David McLure no site do 500 Startups, um fundo de investimento sediado em Silicon Valley mas com dinheiro investido nos cinco continentes do qual é fundador. Incluindo Portugal, onde são um dos investidores da portuguesa Talkdesk.

A novidade é que o 500 Startups quer investir mais em Portugal. Foi o próprio Dave McLure que o disse, numa conversa com a imprensa ao final da manhã de hoje. Mais curioso que o ter dito, foi o facto que queria dizê-lo. Passamos a explicar. As distâncias são grandes na Web Summit e a conversa com Dave McLure estava agendada para as 12h30 na sala de imprensa - ou Media Village, seu nome oficial. Meia hora antes, surgiu uma oportunidade de entrevista no Pavilhão 1, o que obriga a uma logística que implica sair da Sala Tejo, contornar a FIL, e chegar ao Pavilhão 1. E depois voltar. Isto para dizer que a conferência de imprensa com Dave McLure ia a meio quando nos conseguimos juntar, sem saber o que tinha sido perguntado antes. E é ele que dispara: "E não me perguntam nada sobre Portugal?".  Não precisa de repetir - pedimos o microfone e devolvemos a pergunta: "Então e sobre Portugal, têm planos para investir?". Risos na sala. E ele cheio de vontade de responder.

"Temos estado a falar com pessoas do Governo e das empresas aqui para tentar perceber como podemos ajudar a construir o ecossistema local. Organizámos já alguns cursos sobre capital de risco na California, com Stanford e Berkeley, e estamos à procura de os levar para outros locais. Parece que há muita motivação do Governo e das empresas para fazer as coisas andarem em Portugal. Penso que já começara, este evento é um exemplo disso. Vamos ver, talvez consigamos angariar capital com parceiros locais e fazer alguma coisa especificamente mais focada em Portugal no próximo ano. Vamos ver como as coisas correm. Parece-nos que Lisboa é um bom sítio para estar e espero que possamos encontrar algumas companhias com potencial ("cool") por aqui".

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.