O serviço Apple Pay permite aos utilizadores a realização de pagamentos utilizando dispositivos da Apple, seja para compras em lojas físicas ou na internet, e enviar e receber dinheiro através de mensagens, sendo o sistema compatível com o iPhone SE, iPhone 6 e superiores, bem como com o Apple Watch.

Na página da Apple sobre este serviço dedicada a Portugal pode ler-se que "o Apple Pay funciona com cartões de débito e pré‑pagos de muitos bancos nacionais", sendo que a empresa identifica alguns dos seus parceiros, como Visa, mastercard, monese, n26 e Revolut. O Crédito Agrícola foi um dos bancos nacionais que anunciou a disponibilização deste serviço aos seus clientes, neste caso em colaboração com a Mastercard.

Explica a Apple que, quando se faz uma compra, "o Apple Pay utiliza um número específico para o dispositivo e um código de transação único. Desta forma, o número do seu cartão nunca é armazenado no dispositivo nem nos servidores da Apple. E quando faz o pagamento, os números do cartão nunca são partilhados pela Apple com os comerciantes", garante a empresa.

Além disso, "ao pagar com um cartão de débito ou pré‑pago, o Apple Pay não mantém informações das transações que possam ser associadas" ao cliente.

O serviço foi lançado pela Apple em outubro de 2014 nos Estados Unidos da América e pretende estar disponível em 40 países até ao final de 2019.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.