Enquanto está a ultimar os trâmites da missão Artemis I, marcada para o final do ano, a NASA tem uma tarefa para o público: a escolha do nome do manequim que vai ao espaço recolher dados antes da missão propriamente dita dos astronautas. A Artemis I será um voo de teste não tripulado da nave espacial Orion, lançada pelo foguete do Sistema de Lançamento Espacial (SLS), antes do primeiro voo com tripulação, a Artemis II.

O manequim ou, melhor, o "Moonikin" — a NASA faz o trocadilho, agregando "manikin" [manequim] + "moon" [Lua] — é um modelo anatómico que simula o corpo humano e que, habitualmente, é utilizado durante a formação para salvamentos de emergência, educação médica e investigação. No caso concreto da Artemis I, o manequim vai estar equipado com dois sensores de radiação e sensores no banco para registar a aceleração e vibração durante toda a missão enquanto a Orion viaja à volta da Lua e regressa à Terra. Os dados destes e de outros sensores dentro da nave vão ajudar a NASA a perceber como pode proteger os membros da tripulação tripulada da Artemis II.

Desde a última quarta-feira (dia 16) que, de dois em dois dias, a NASA está a pedir aos utilizadores no Twitter, Facebook, e Instagram para que votem num de dois nomes que estão "frente a frente" num sistema em todo ele semelhante a um diagrama dos play-offs de NBA. Porém, nesta situação, não são equipas a ir jogo, mas sim nomes que competem entre si até haver um nome final.

O nome do "Moonikin" será anunciado na terça-feira, 29 de junho.

Artemis Mission Challange
créditos: NASA

A NASA deu a definição de cada nome possível para ajudar o público a decidir. Eis os oito nomes que vão a jogo:

ACE: Simples, prático. Acrónimo de Artemis Crew Explorer.

CAMPOS: Engenhoso, criativo. Dedicado a Arturo Campos, figura-chave na missão que trouxe a Apollo 13 de regresso a casa.

DELOS: Nostálgico, romântico. A ilha onde nasceram Apolo e Artemis, segundo a mitologia grega.

DUHART: Quente, acolhedor. Dedicado a Irene Duhart Long, médica-chefe do Centro Espacial Kennedy, na Flórida.

MONTGOMERIA: Pioneira, inovadora. Dedicado a Julius Montgomery, o primeiro afro-americano a trabalhar na estação da Força Aérea no Cabo Canaveral como profissional técnico.

RIGEL: Brilhante, inspirador. A gigante super estrela da constelação de Orion.

SHACKLETON: Sigiloso, abundante. Uma cratera no pólo sul da Lua e uma referência a um famoso explorador do Ártico.

WARGO: Entusiasmado, apaixonado. Dedicado a Michael Wargo, o primeiro chefe da agência, cientista explorador.

(Se quiser saber mais sobre cada uma das possibilidades basta clicar aqui.)

A última missão tripulada à Lua, a Apollo 17, aconteceu em dezembro de 1972, três anos depois da chegada do Homem à sua superfície, com a missão Apollo 11.

Ao todo, estiveram na Lua 12 astronautas norte-americanos, dois deles civis: um engenheiro, Neil Armstrong, e um geólogo, Harrison Schmitt, respetivamente o primeiro e, até hoje, o último, homens a pisarem o solo lunar. Cerca de 400 quilos de rocha lunar foram enviados para a Terra ao longo das seis alunagens.

Em maio de 2019, a NASA anunciou que a nova missão lunar humana se chamaria Artemis, que, na mitologia greco-romana, era irmã gémea de Apolo e deusa da caça e da Lua.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.