A competição tecnológica IoT Challenge, promovida pela Altice Empresas, marca do segmento empresarial da Altice Portugal, desafia empresas e startups portuguesas a apresentarem soluções de Internet of Things (IoT) inovadoras e prontas a serem comercializadas.

Este ano, os candidatos foram desafiados a apresentar soluções de IoT que aceleeam a digitalização das empresas e das organizações, melhorem os processos através da monitorização à distância (para uma adaptação rápida à nova realidade de teletrabalho) e ajudem a enfrentar os desafios atuais da sociedade - nomeadamente no combate à pandemia de Covid-19.

A Infinite Foundry foi uma das primeiras equipas a conquistar o júri com uma solução que reproduz uma réplica da planta digital 3D da instalação industrial para monitorizar em tempo real o processo de produção e melhorar a eficiência operacional, remotamente.

A Indra Sistemas Portugal foi premiada pelo projeto “Onesait Motion”, uma solução que facilita a gestão operacional em tempo real de uma cadeia de fornecimento (supply chain), rastreando online as pessoas, os veículos e os produtos envolvidos no processo.

Outra das equipas vencedoras foi a Quantico Solutions, com o projeto “Vision4Lab”, uma plataforma composta por um sistema que permite que os profissionais de saúde possam gravar em vídeo os seus procedimentos com um wearable (neste caso, óculos). Assim, outros profissionais podem ver essas imagens e garantir um maior controlo e segurança.

Para Nuno Nunes, administrador responsável pelo segmento empresarial da Altice Portugal, agora, “mais que nunca, é tempo de mudar, transformar e inovar”.

“Queremos continuar a intensificar o nosso modelo de negócio junto das empresas portuguesas, e graças ao IoT Challenge temos a oportunidade de fazê-lo em conjunto com os inovadores do amanhã. Numa altura em que o recurso a soluções e ferramentas tecnológicas como o IoT tem vindo a ser fundamental para dar resposta à retoma da atividade das empresas, o IoT Challenge assume-se como um catalisador no apoio e dinamização do ecossistema empresarial e consequentemente da economia do País”, afirmou.

Foram onze as equipas que chegaram à final. Entre os meses de julho e setembro, os participantes puderam trabalhar com a equipa de Engenharia Altice do golabs.IoT para testar as suas soluções.

Este ano, devido ao aparecimento da COVID-19, foi a primeira vez que a final do IoT Challenge foi simultaneamente presencial e online. Durante o evento, e após as várias apresentações dos candidatos, as empresas foram avaliadas pelo júri do concurso de que fazem parte Nuno Nunes, Chief Sales Officer para o segmento Business to Business da Altice Portugal; Luís Alveirinho, Chief Technology Officer da Altice Portugal; Sofia Rebola, Diretora de Controlo Técnico e Sistemas de Gestão do Grupo Altri; Ivo Antão, Administrador Executivo do Grupo Luz Saúde e Eduardo Fitas, Vice-Presidente da Accenture Portugal.

Para além das condições especiais na mensalidade e na taxa de ativação do serviço de conectividade IoT Connect da Altice Empresas, atribuído a todos os finalistas, os três vencedores recebem seis mensalidades do serviço IoT Connect da Altice Empresas, passes para a Web Summit 2020, a divulgação das soluções nos canais de comunicação da Altice Empresas, a exposição da solução no showroom da Altice Portugal, bem como a possibilidade de integração da solução no portfólio da Altice Empresas.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.