A revolução digital na sociedade começou com o surgimento do computador pessoal no início dos anos 80. O segundo passo foi a exploração comercial da Internet e a criação da World Wide Web por Tim Berners-Lee. Saltando algumas décadas, estamos a testemunhar hoje uma rápida progressão da Robótica graças à Inteligência Artificial (IA).

E são várias as empresas que estão a investir nesta tecnologia, por forma a automatizar tarefas sob o argumento de que os robôs erram menos que os humanos em tarefas repetitivas. Os detratores, por seu lado, sustentam que isto terá um impacto negativo ao nível dos empregos disponíveis no futuro. No entanto, facto é que estamos a testemunhar um avanço tecnológico que passa em grande medida pelo desenvolvimento e integração de robôs no dia-a-dia, até em contextos que são sociais por natureza, como o de uma entrevista de emprego.

Duas empresas na Suécia — a Furhat Robotics e a Tengai AB — estão a dar cartas nesta matéria, com recurso a robôs sociais compostos por uma máscara facial e por uma luz interna que projeta os movimentos. A combinação do feixe de luz e da máscara cria a ilusão de que os lábios e os olhos se movem. já a combinação entre o hardware e o software permite, por sua vez, a interação social.

Os robôs da Furhat Robotics estão a ser utilizados para as mais diversas tarefas, como a de concierge no aeroporto; assistente de ensino; como robô médico de pré-avaliação para detetar sinais de doenças comuns; e como recrutador profissional, por forma a remover o preconceito do processo de contratação.

Já a Tengai AB é uma empresa focada no recrutamento imparcial. Com os robôs Tengai Unbiased o processo de recrutamento pode ser mais transparente, orientado por dados e anónimo. Como resultado, todos os candidatos seguirão os mesmos procedimentos de entrevista, tornando a seleção, teoricamente, mais justa para os candidatos e mais ajustada às necessidades da empresa.

Elin Oberg Martenzon é a CEO da Tengai AB e assegurou que as habilidades sociais e os traços de personalidade também podem ser avaliados numa entrevista feita por um robô, sendo que o processo de entrevista pode ser ajustado de acordo com as descrições de funções fornecidas pelo recrutador — que pode não apenas preparar a entrevista usando o software Tengai, como gerir e visualizar o processo.

Além dos clientes suecos, a Tengai visa clientes internacionais e está a projetar o lançamento do Tengai Unbiased em língua inglesa no início de 2020. “O interesse neste produto tem sido enorme", assegura Elin, acrescentando que "agora é possível [os interessados na tecnologia] inscreverem-se numa lista de espera para obter o seu Tengai, tal como grandes empresas internacionais já o fizeram".

Nos estágios iniciais, estes robôs estão a ajudar os departamentos de recursos humanos a realizarem a primeira fase do processo de entrevista. No entanto, com o avançar da IA, serão provavelmente capazes de realizar a maior parte do processo de contratação.

A Tengai AB encontra-se na vanguarda do futuro no processo de recrutamento, e um potencial segmento de clientes para estas empresas é a indústria do recrutamento. Os robôs estão aqui para ajudar.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Um artigo do parceiro

O Canal Bit2Geek.com - Tecnologia, Futurismo e Espaço é uma aposta recente para criar um modelo de conteúdos premium, pensados com um critério de divulgação científica. No Bit2Geek convidamos cientistas portugueses e estrangeiros, bem como analistas de diversas áreas, a escrever artigos de opinião e divulgação, futuristas e inovadores. O Bit2Geek.com desafia o leitor a reflectir sobre o Futuro, a acompanhar a Exploração Espacial e a inteirar-se sobre as conquistas tecnológicas da Humanidade.