Os dispositivos 5G atingiram uma penetração no mercado de 51% em janeiro de 2022, superando pela primeira vez a dos telemóveis 4G, de acordo com dados publicados pela consultora Counterpoint Research, citados pela agência EFE.

Por área geográfica, os principais motores de crescimento foram a China, a Europa Ocidental e a América do Norte.

No caso da China, o país liderou as vendas em janeiro de 2022, com um percentual de vendas de telemóveis 5G de 84%, enquanto na Europa Ocidental e América do Norte se fixou em 76% e 73%, respectivamente.

A Counterpoint conclui que as vendas de dispositivos 5G na América do Norte e na Europa Ocidental foram impulsionadas pelo lançamento em outubro de 2020 do primeiro dispositivo 5G da Apple, a série iPhone 12, fazendo com que as vendas aumentassem gradualmente.

Por outro lado, a consultora destaca que as próximas áreas de expansão desta tecnologia serão a Ásia-Pacífico, Médio Oriente e América Latina, onde o 4G continua a predominar, mas a penetração do 5G deverá aumentar graças à introdução de novos modelos com um preço inferior a 140 euros.

Os dados da consultora indicam ainda que o aumento de telemóveis 5G no mercado também foi impulsionado pela proliferação de dispositivos a preços competitivos, uma vez que a introdução de ‘chips’ da MediaTek e da Qualcomm permitiram que o custo caísse para um intervalo entre 140 e 230 euros.

Os telemóveis 5G com preços entre 140 e 230 euros representaram 25% do total de vendas móveis com essa característica em janeiro de 2022.

A Counterpoint detalha ainda que as vendas globais de telemóveis aumentaram 4% em 2021, ultrapassando 1.390 milhões de unidades.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.