É um evento desenhado por Fernando Alvim, o homem dos sete instrumentos (ou oito, ou nove, ou ...), mas não é apenas "mais um evento". Tem a criatividade que o seu autor coloca naquilo que faz e a originalidade de não ser nem um concerto nem uma prova desportiva mas qualquer coisa no meio das duas. A 6ª Edição da Regata de Barquinhos a Remos é, como o nome indica, uma regata, a ter lugar não em alto mar mas no lago do Campo Grande, em Lisboa, logo por definição inclusiva de todos os potenciais marinheiros. Mas será também um concerto, neste caso da banda lisboeta Capitão Fausto que irá atuar - claro - num barco no meio do lago. É esta a proposta para este sábado, 16 de junho.

"Mais do que ficar a ver navios, todos são convidados a serem os navios, neste caso, os barquinhos. E para isso, é preciso dar ao remo", diz a organização na apresentação do evento. Como é que  tudo irá acontecer? "As equipas devem escolher um tema e ir vestidas a rigor, com adereços, com fantasia, com imaginação, devem ter um nome sonante e um lema ambicioso para a equipa (máximo 4 elementos, mínimo 2), devem igualmente escrever umas linhas intensas que convença a organização a escolhê-las (podem mentir, podem ser exagerados, podem ser convencidos)".  Mais honestidade e clareza, será difícil. Foi com esta premissa que a organização escolheu as 50 melhores inscrições que chegaram até ao dia 10 de junho e que no sábado irão  conquistar o lago.

Os Capitão Fausto são a banda convidada para este evento naquilo que é descrito como um concerto "insólito", quanto mais não seja pela localização. A entrada é livre e está marcada para as 17 horas. A apresentação do evento será feita pelo comandante da prova, Fernando Alvim.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.