Querem que estas sugestões cheguem confortavelmente ao vossos e-mails? É subscrever a rubrica em formato newsletter através deste link.


Quando um episódio se transforma em maratona

Eu, que nunca achei muita piada a alguns clássicos no que toca a sitcoms (por exemplo, não sou a maior fã de Friends ou de How I Met Your Mother), decidi rever recentemente aquela que, para mim, é uma das melhores de todos os tempos. E não é que foi apenas preciso um episódio solto numa sexta-feira à noite para a minha maratona de Parks and Recreation se transformar num binge de fim-se-semana?

A comédia americana estreou em 2009 e retrata o dia-a-dia de um departamento de Parques e Atividades Recreativas da cidade de Pawnee, num estilo mockumentary (um documentário satírico). Ao longo de sete temporadas, Leslie Knope, interpretada por Amy Poehler, apresenta-se como a protagonista principal, a vice-presidente do departamento, com o sonho de se tornar presidente dos Estados Unidos da América.

  • Onde ver: Atualmente a série apenas está disponível nas plataformas Hulu e Amazon Prime;
  • Depois do fim, continua a dar que falar: Ainda que tenha acabado em 2015, Parks and Recreation continua a alimentar os fãs através do canal oficial de YouTube, onde são publicadas semanalmente compilações da série que trazem boas recordações aos fãs e dão um tease a quem nunca viu;
  • Um mockumentary nunca vem só: Originalmente, foi pensada para ser um spin off da conhecida série The Office (versão US). Ainda que os planos tenham mudado, as duas séries são um must see. 

Os que encontraram inspiração em tempos de pandemia

Estar fechado dentro de casa pode parecer um pesadelo para muitos, mas há quem tenha visto a luz ao fundo do túnel e aproveite a ocasião para criar conteúdo sobre a sua rotina atual.

Ultimamente têm aparecido podcasts num registo mais informal, onde os interveniente desabafam, discutem ou aconselham sobre questões do dia-a-dia. Aqueles de que vos falo hoje, têm duas coisas em comum: para além de terem sido criados no contexto de isolamento, são feitos por casais que utilizam cada episódio para falar de situação com as quais se deparam numa altura em que são obrigados a estar juntos 24 horas por dia.

Para ouvires enquanto trabalhas, fazes as lides domésticas ou relaxas, este é o meu top 3 podcasts de quarentena:

  • Staying In with Emily and Kumail de Emily V. Gordon e Kumail Nanjiani, que se assumem como “especialista em ficar em casa” e prometem contar os truques para a época de quarentena. A receita dos episódios vai reverter para instituiões de caridade que ajudam pessoas afetadas pelo Covid-19;
  • Stay F. Homekins, da atriz Janie Haddad Tompkins e do comediante Paul F. Tompkins, um casal americano que pretende retratar “a sua parceria pandémica”.
  • À Porta Fechada, “porque assim pedem os tempos”, foi ideia da dupla João André e Carolina Pinto, que todas as semanas nos deixam “espreitar pelo buraco da fechadura”.
  • Vale ainda a pena acompanhar: dentro da mesma dinâmica, o podcast Terapia de Casal de Guilherme Fonseca e Rita da Nova.

De comer e chorar por mais

Dizem que uma das formas de conquistar o ser humano é pelo estômago. Será por isso que, até quando se fala de séries, a mistura de comida e entretenimento dá bom resultado? Podia falar do reality show MasterChef, que já conta com várias edições em mais de 40 países, ou da deliciosa No Reservations de Anthony Bourdain, mas, desta vez, a receita perfeita foi servida por Foodie Love.

Originalmente produzida pela HBO España, Foodie Love conta-nos a história de um casal que faz match através da uma aplicação de telemóvel que junta amantes de comida. Ao longo de oito episódios, acompanhamos a dupla protagonista, que nos ensina que não se brinca quando se trata de alimentos. Apesar de nunca chegarmos a saber os nomes das personagens, os seus gostos por comida dizem tudo sobre quem são.

Para além do enredo hipnotizante, que faz os episódios de meia hora parecerem demasiado curtos, também nós, os espectadores, vivemos uma verdadeira experiência gastronómica através do ecrã.

  • Onde ver: A série estreou em Portugal nos últimos dias de 2019, e desde então que a primeira temporada está disponível na plataforma de streaming HBO. Para te abrir o apetite, podes espreitar o trailer aqui.
  • Outro guilty pleasure culinário: Num registo completamente diferente, mas que também dá vida à expressão “os olhos também comem”, aconselho ainda que espreitem o canal de YouTube da revista americana Bon Appétit. As diferentes séries produzidas em formato vídeo agradam a todos os gostos. Deixo em destaque as rubricas Gourmet Makes e It’s Alive, cujos episódios devoro num abrir e fechar de olhos.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.