“O dinheiro resultante da venda do calendário e da agenda reverte integralmente para as lojas sociais de Vila Verde, que se encarregarão de o aplicar na satisfação das necessidades das famílias mais carenciadas”, disse hoje à Lusa a “vereadora-modelo” Júlia Fernandes.

O calendário está à venda por 1,50 euros e a agenda por cinco euros, “mas, naturalmente, quem quiser pode dar mais”.

Segundo Júlia Fernandes, a ideia já vinha sendo “namorada” há dois ou três anos, tendo agora sido concretizada, com a “anuência e o entusiasmo prontos de todos os modelos improvisados”.

Os funcionários aparecem vestidos com conjuntos premiados nas últimas galas Namorar Portugal, que o município de Vila Verde promove anualmente, em fevereiro.

A marca “Namorar Portugal”, propriedade do município, é o denominador de casacos, coletes, calças, vestidos, malas, bicicletas, botas, sapatos, alfaias agrícolas e bengalas e todos os demais adereços dos modelos.

A modelo do mês de fevereiro é a mais “namoradeira” do calendário e da agenda, surgindo vestida de vermelho e com um grande coração “pregado” nas costas.

Júlia Fernandes “contribui” para o calendário com uma foto em que segura uma bicicleta toda “equipada” à “Namorar Portugal”, incluindo os sacos que nela transporta.

“Ao mesmo tempo que angariamos verbas para ajudar quem mais precisa, estamos também a divulgar e promover algo que é genuinamente nosso, a nossa cultura, as nossas tradições”, sublinhou Júlia Fernandes.

Título corrigido às 13h05: Calendário namoradeiro e solidário em Vila Verde e não em Vila Real

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.