Interpretado pela Orquestra Sinfónica do Porto sob a direção musical do maestro titular, Baldur Brönnimann, o programa conta com quatro peças, começando com a estreia mundial do "Curvatório", de Luís Neto da Costa, uma encomenda da Casa da Música, num programa que inclui também a obra de Leos Janácek "Tarass Bulba".

O programa do concerto divulgado pela Casa da Música prevê ainda outra estreia, desta feita nacional, novamente sob encomenda da Casa da Música, da BBC, da Orquestra Filarmónica de Londres e do Festival de Helsínquia, da peça "Two episodes", de Magnus Lindberg.

No programa enviado à agência Lusa é referido que, "após a estreia mundial de uma nova obra do jovem compositor em residência, Luís Neto da Costa, a rapsódia para orquestra Tarass Bulba, de Janácek, conclui a primeira parte de forma épica e empolgante".

Inspirado no romance de Gogol, “Tarass Bulba” "é um poema sinfónico que narra lutas históricas pela independência dos povos, constituindo um marco da música sinfónica checa e do nacionalismo na música", acrescenta a nota.

Sobre "Two episodes" pode ler-se que, depois de ter sido "escrita para antecipar a execução da Nona Sinfonia de Beethoven", a recente peça de Magnus Lindberg quer "provar que tem vida própria, conforme afirmou o mais conceituado compositor finlandês da atualidade, sendo apresentada em estreia nacional".

O concerto encerra com a "célebre suíte do bailado ‘O Pássaro de Fogo’, obra que inaugurou a prolífica colaboração de Stravinski com os Ballets Russes de Diaghilev".

O concerto está agendado para as 18:00, na sala Suggia.

A Fundação Júlio Resende iniciou a 23 de outubro as comemorações do centenário do nascimento do pintor, falecido em 2011, com uma série de eventos que vão estender-se até ao final de 2018.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.