Ainda antes de ontem à noite Daniela Ruah e Catarina Furtado terem andado pela Europa, com um saltinho a Israel e à Austrália, por um total de 43 cidades à procura da clássica frase "12 pontos para...", "12 points to...", "12 points pour...", já as casas de apostas e sites especializados pintavam como difícil, ou mesmo quase impossível, de se repetir o cenário de uma 'dobradinha' portuguesa no Festival Eurovisão da Canção.

Mas, afinal de contas, estávamos a 'jogar' em casa e a esperança é a última a morrer, pois claro. No entanto, assim que começou a votação do júri percebemos que a vitória de Salvador Sobral estava já a um ano de distância, distante, em Kiev.

Portugal não foi além dos 39 pontos (21 atribuídos pelos júris nacionais e 18 pelo público) e pela quarta vez na história das participações portuguesas na Eurovisão ficou em último lugar.

Os 21 pontos de Portugal chegaram da Holanda (dois pontos), da Irlanda (seis), da Estónia (três), da Suíça (três) e da Lituânia (sete).

Mas para Cláudia Pascoal e Isaura, a dupla que representou Portugal na edição do festival deste ano com a interpretação do tema "O Jardim", a noite esteve longe de ser de tristeza. Aliás, se houve lágrimas, - e sim, houve -, foram sempre de emoção de não de tristeza.

A primeira a reagir foi Cláudia que, através do seu Instagram, deu os parabéns à concorrente israelita, vencedora do festival, e partilhou um momento de emoção já com o palco da Eurovisão vazio, mas ainda com uma plateia de portugueses a cantar o tema que as levou até ali, para elas. E elas, ali, visivelmente acarinhadas. "Estes dias de Eurovisão foram uma experiência única e nunca nos esqueceremos!!", escreveu.

Já Isaura colocou uma foto uma fotografia ao lado de Cláudia, também na rede social Instagram, agradecendo a todos e afirmando que "foi um prazer e um orgulho gigante representar Portugal".

Mais a frio, esta tarde Cláudia voltou ao Instagram para deixar algumas palavras acompanhadas por várias fotografias da sua atuação. "Acordo com mil e uma mensagens de apoio! Inacreditávell!!
É tão bom saber que, apesar do resultado de ontem, vocês continuam a apoiar a bonita canção da Isaura", escreveu a intérprete portuguesa.

Cláudia Pascoal escreveu ainda sobre o entusiasmo que foram estes últimos tempos - "Há um ano atrás, não pensava estar no maior palco do mundo, partilhar esta experiência com uma equipa incrível e representar o meu país que tanto amo" - deixando a garantia de ter dado o seu máximo no palco da Altice Arena. No ar fica a promessa: "Obrigada por partilharem as vossas histórias comigo, pretendo agora partilhar com vocês a minha música muito brevemente. Estaremos sempre juntos . Orgulhosa do meu PORTUGAL!"

[Artigo atualizado às 16h07]

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.