O filme foi produzido pela escola profissional Balleteatro que, em comunicado, anuncia que o filme de Filipe Martins venceu a competição de curtas-metragens do “12.º Mediterranean Film Festival Split”, na Croácia.

Numa mistura entre o documentário e a ficção, “Casa de Vidro” mostra a vida de Carlos, um homem sem-abrigo e toxicodependente que vive na cidade do Porto.

“Carlos vivia no interior de um expositor de carros abandonado na marginal do Douro. Era nesta pequena casa de vidro que ele passava a maior parte do tempo. Quando ali não estava, o seu quotidiano dividia-se entre o bairro do Aleixo e o parque de estacionamento de um supermercado onde ele pedia esmolas para sustentar o vício”, explica o realizador, citado no comunicado.

Depois de se destacar no festival de cinema de Split, “Casa de Vidro” segue agora para outros festivais, no caso o “International Documentary and Short Film Festival of Kerala”, na Índia ou o “Tabor Film Festival – International Short Film Festival, na Croácia, e outro na Austrália ainda por anunciar.

Antes deste prémio, o filme de Filipe Martins já tinha sido distinguido com “Voices Short Award” no “International Film Festival” de Roterdão, na Holanda, e integrou a competição internacional do “Festival du Court Métrage de Clermont-Ferrand”, em França.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.