É um dos passos de dança mais reconhecidos e imitados. O bailarino desliza para trás como se caminhasse para a frente. Tudo gira, literalmente, à volta da ilusão dos movimentos: "Moonwalk". Há 35 anos, mais de 50 milhões de norte-americanos assistiam, pela primeira vez, ao primeiro do Rei da Pop — que o eternizou.

A 16 de maio de 1983, a NBC emitiu um programa especial, gravado dois meses antes, para comemorar os 25 anos da Motown Records na indústria discográfica. O evento, chamado "Motown 25: Yesterday, Today, Forever", teve lugar num teatro em Los Angeles e foi apenas para convidados (executivos, produtores e músicos).

No palco, alguns dos maiores nomes da música à época celebraram o legado da editora. Entre eles, Michael Jackson, Marvin Gaye, The Supremes, Stevie Wonder ou Diana Ross.

Sensivelmente a meio da apresentação de "Billie Jean", hit do álbum que tinha lançado há seis meses, Michael Jackson, com então 25 anos, parou de cantar e 'deslizou' de costas da esquerda para o centro do palco. O público reagiu efusivamente, como se pode ouvir, aplaudindo-o. Foi primeiro Moonwalk do cantor, passo de dança criado e batizado pelo dançarino Bill Bailey, décadas antes.

Também o figurino do momento tornaria-se um clássico do percurso no músico e da cultura pop: a jaqueta e a camisa brilhante, as calças pretas pelo tornozelo, as meias brancas e, claro, a luva branca com a mesma cor e utilizada apenas na mão esquerda.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.