Dulce Pontes volta a musicar um poema de Pessoa, depois d'“O Infante" (1996), também do livro "Mensagem" (1934), o único publicado em vida pelo poeta.

Segundo a produtora Uau, o tema "Nevoeiro" é interpretado “numa composição com um forte ritmo sincopado onde se unem em crescendo piano, concertina, trio de saxofones e percussão”.

Neste tema, Dulce Pontes assina também os arranjos musicais e conta com a participação dos músicos Amadeu Magalhães, na concertina e nas percussões, secção na qual participa ainda a cantora, e Hubert Jan Hubeek, nos saxofones.

“Peregrinação”, que sairá em fevereiro, é um álbum que tem vindo a ser anunciado sucessivamente pela cantora, desde o início do ano passado.

Segundo fonte da produtora portuguesa, trata-se de um duplo CD, com um disco totalmente cantado em português e o outro em espanhol, mas com uma canção em inglês.

A produtora espanhola Syntorama tinha já adiantado que, entre outros temas, a cantora portuguesa gravou “Vamos niña”, de Astor Piazzolla e Horácio Ferrer, e “Alfonsina y el mar”, de Ariel Ramirez e Felix Luna.

No próximo dia 4 de fevereiro, Dulce Pontes atua na O2 Arena de Praga, a convite do compositor italiano Ennio Morricone, de 89 anos, com o qual gravou um álbum, “Focus”. Este concerto insere-se na digressão mundial de Morricone, celebrativa dos seus 60 anos de carreira, sendo a cantora portuguesa acompanhada pela Orquestra Nacional Sinfónica Checa.

Dulce Pontes apresenta o novo álbum no dia 11 de fevereiro, no Palácio da Ópera da Corunha, na Galiza, tendo a cantora previstas, ainda em Espanha, atuações no Teatro Nuevo Apolo, em Madrid, no dia 30 março, e, no dia seguinte, no Palau de la Música, em Barcelona.

Nestes concertos Dulce Pontes será acompanhada pelos músicos Amadeu Magalhães (gaita-de-foles, cavaquinho, bandolim e flautas), Fernando Silva (guitarra portuguesa), Daniel Casares (guitarra clássica), Paulo Silva (percussão), Juan Carlos Cambas (piano) e Davide Zaccaria (violoncelo).

Dulce Pontes, de 47 anos, conta mais de 25 de carreira. No ano passado, a cantora participou no disco de estreia da guitarrista Marta Pereira da Costa, no qual interpreta “É ele que canta em mim”, que escreveu e compôs.

A cantora e compositora recebeu já os prémios Luigi Tenco e Fondazione Maria Carta, em Itália, o Amigo, para a melhor solista feminina, e Microfone de Ouro, em Espanha, entre outras distinções.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.