Edição original em francês, o exemplar, oferecido por Saint-Exupéry ao tenente-coronel e amigo Lionel-Max Chassin, estava avaliado entre 80 mil e 100 mil euros, segundo a Cazo.

Este foi arrematado este sábado, 3 de dezembro, por 89.467 euros, gastos incluídos, informou o leiloeiro Wilfrid Cazo. O comprador preferiu manter-se anónimo.

O exemplar vendido hoje está dedicado a "Doudou Chassin", filho mais velho de Lionel-Max Chassin.

A amizade entre Lionel-Max Chassin e Saint-Exupéry começou em 1929, quando o primeiro foi professor de navegação aérea do segundo.

Ambos se reencontraram em Argel, em 1943. Chassin ajudou Saint-Exupéry a retomar ao serviço, apesar de ser considerado um piloto superado, incapaz de pilotar um avião de combate moderno, como o P-38 Lightning, em que o escritor desapareceu em frente a Marselha, a 31 de julho de 1944, aos 44 anos.

Traduzido para 270 idiomas, foram vendidos até hoje 145 milhões de exemplares de “O Pequeno Príncipe” em todo o mundo.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.