Park bar > Park Records > Parkbeat Legends. De um rooftop, com vontade de “ser mais do que um espaço com uma vista privilegiada”, fez-se uma editora e desta nasceu uma festa.

Dedicada à nova música urbana, a Parkbeats Records teve em abril o seu primeiro lançamento com “Goodies”, o EP do DJ Glue. À data da sua edição, ficou no ar a promessa de novidades para o final do ano. E estas chegaram em formato de um grande evento, o Parkbeats Legends.

“Quisemos prestar homenagem à cultura [do hip-hop] em si, mais propriamente a uma das quatro vertentes, a do DJ”, conta João Pedro Moreira, um dos fundadores da editora, ao SAPO24. Daí surgiu a ideia de “uma festa que congregasse o verdadeiro espírito do DJing [passar música], técnica, conhecimento, leitura de pista”. Em suma, o Parkbeats Legends.

Faltava um evento com estas dimensões e características, assume, mas isso não apressou a sua concretização. “Quisemos esperar para termos o cartaz que queríamos ter, que era juntar uma das maiores lendas do DJing a alguns dos nossos melhores Djs de hip-hop, num cartaz inédito”, explica João Pedro Moreira. A primeira vez do DJ Jazzy Jeff em solo nacional, nome referência e "um dos mais ativos e respeitados Djs de hip-hop", é um exemplo dessa ambição.

Prometendo “festa à séria”, João Pedro Moreira destaca ainda o set “muito especial” do DJ Kwan e do DJ Kronic. Os dois DJs vão juntar em palco, “provavelmente também pela primeira vez”, Sam the Kid, Carlão, Chullage e Mundo Segundo, para percorrer alguns dos temas mais emblemáticos do hip-hop tuga.

Celebrar o DJing, o rap e o hip-hop português

Em conversa com o SAPO24DJ Kronic — que dividirá, nesta noite, os pratos com o DJ Kwan — destaca a "celebração do DJing" e sem esquecer a vertente rap — com Sam The Kid, Carlão, Chullage e Mundo Segundo.

O DJ promete um set ao ritmo de êxitos "de ontem" com temas de "há quinze anos", dos Black Company ao Boss AC, passando por todos os pioneiros "do nosso hip-hop", sem esquecer as novas gerações com Holly Hood ou Piruka. "Se o Carlão, o Sam ou o Chullage trabalharam imenso para solidificar o hip-hop português, estes novos talentos estão a levar isto para outro nível, um que nós nunca conseguimos", celebra.

Com o hip-hop "tuga" a viver uma fase de ouro, DJ Kronic reitera que faz todo o sentido ter festivais e noites como esta da Parkbeats. "Público não falta, temos de ter é eventos de qualidade com nomes relevantes", diz.

As portas do Parkbeat Leagends abrem às 16h00, "com um churrasco para quem chegar cedo", assegura a organização, e uma block party liderada por Isac Ace, DJ BIG, Maddruga, e Mazarin com um concerto tributo ao lendário produtor de Detroit J Dilla.

No palco principal do Capitólio a música arranca às 21h00 com Nel Assassin, seguido da dupla Beatbombers. Entre as 23h00 e as 00h15, o palco é dos DJs Kwan e Djs Kronic e dos seus convidados. O cabeça de cartaz DJ Jazzy Jeff atua às 00h30 acompanhado do seu MC habitual Dayne Jordan e o MC de Chicago Rhymefest como seu convidado especial. DJ Glue encerra o lineup até às 04h00.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.